Receba gratuitamente todos os nossos conteúdos.

Fique por dentro das novidades e oportunidades referentes à Psicometria e Análise Quantitativa de Dados.

Coeficiente Kappa de Cohen

O coeficiente Kappa, simbolizado pela letra grega minúscula κ e criado pelo estatístico Jacob Cohen (1960), mede a concordância entre dois avaliadores, cada um classificando N itens em C categorias mutuamente exclusivas.

Em outras palavras, é uma medida quantitativa de confiabilidade para dois avaliadores que estão julgando a mesma coisa, corrigida pela frequência com que os avaliadores podem concordar por acaso.

A equação usada para calcular o Kappa é:

Onde: Pr (α) representa a concordância observada real, e Pr (e) representa concordância por acaso.

Existem outros coeficientes Kappa?

O Kappa de Cohen é o mais usado e avalia a concordância entre dois examinadores (ou dois métodos). Por outro lado, Fleiss (1981) propôs uma extensão do Kappa para o caso em que há mais de dois examinadores (ou métodos), que foi denominada Kappa Generalizado ou Kappa de Fleiss.

Outra extensão do Kappa com grande aplicabilidade é o Kappa Ponderado, que visa distinguir as discordâncias/concordâncias atribuindo pesos diferentes para cada tipo (por exemplo, em leves, moderadas e graves).

Bem, mas agora, vamos aprender a calcular o Kappa de Cohen (para dois avaliadores).

Como calcular o coeficiente Kappa no SPSS?

Para calcular o Coeficiente Kappa de Cohen no SPSS clique em Analisar –> Estatísticas Descritivas –> Tabela de referência cruzada.

Posteriormente, transfere um avaliador ao quadro “Linha(s)” e o outro avaliador ao quadro “Coluna(s)” (a ordem de colocação dos avaliadores é irrelevante).

Agora, marque a opção “Kappa” da aba “Estatísticas”.

Finalmente, nos resultados, a tabela “Medidas Simétricas” proporcionara o valor de Kappa de Cohen e a sua significância.

Como interpretar o coeficiente Kappa?

Teoricamente, o valor máximo de Kappa pode ser 1 quando ambos os juízes tomam a mesma decisão para todos os itens. A seguinte tabela nos proporciona índices e concordância para cada valor de Kappa segundo MacHugh (2012):

Considerando este valores, qualquer Kappa abaixo de 0,60 indica concordância inadequada entre os avaliadores. Um kappa negativo representa concordância pior do que o esperado, ou desacordo.

Gostou desse conteúdo? Precisa aprender Análise de dados? Faça parte da Psicometria Online Academy: a maior formação de pesquisadores quantitativos da América Latina. Conheça toda nossa estrutura aqui e nunca mais passe trabalho sozinho(a).

Referências:

COHEN J. A (1960). Coefficient of agreement for nominal scales. Journal of Educational and Measurement, v.20, n.1, p.37-46. 

FLEISS JL. (1981). Statistical methods for rates and proportions. New York: John Wiley. p. 212-36.

McHUGH, M. L. (2012). Interrater reliability: the kappa statistic. Biochemia medica: Biochemia medica, 22(3), 276-282.

BRUNO FIGUEIREDO DAMÁSIO

Sou Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia. Venho me dedicando à Psicometria desde 2007.

Fui professor e chefe do Departamento de Psicometria da UFRJ durante os anos de 2013 a 2020. Fui editor-chefe da revista Trends in Psychology, da Sociedade Brasileira de Psicologia (SBP) eEditor-Associado da Spanish Journal of Psychology, na sub-seção Psicometri e Métodos Quantitativos.

Tenho mais de 50 artigos publicados e mais de 3000 citações, nas melhores revistas nacionais e internacionais. Atualmente, me dedico a formação de novos pesquisadores, através da Psicometria Online Academy. Minha missão é ampliar a formação em Psicometria no Brasil e lhe auxiliar a conquistar os seus objetivos profissionais.

Deseja se tornar completamente autônomo e independente na análise dos seus dados?

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais

Posts relacionados

Análise de mediação e moderação: definições e diferenças

Análise de mediação e moderação: definições e diferenças

Nesse post, discutimos as caracteríticas e diferenças entre modelos de mediação e moderação.

Análise Fatorial Exploratória ou Análise Fatorial Confirmatória: Qual escolher?

Análise Fatorial Exploratória ou Análise Fatorial Confirmatória: Qual escolher?

Nesse post, discutimos quando utilizar uma análise fatorial exploratória e uma análise fatorial confirmatória.

Análise Fatorial e Análise de Componentes Principais: Diferenças e Quando usar

Análise Fatorial e Análise de Componentes Principais: Diferenças e Quando usar

Nesse post, discutimos as diferenças entre análise fatorial e análise de componentes principais, e quando usar cada uma dessas técnicas.

O que é Psicometria?

O que é Psicometria?

A Psicometria pode ser definida como a ciência da mensuração de características, atributos e habilidades psicológicas (Buchanan & Finch, 2005), sendo uma importante área de estudos na Psicologia e, também, na educação.

O que é regressão linear simples?

O que é regressão linear simples?

Entenda o que é regressão linear simples.

Análise de mediação e moderação: definições e diferenças

Análise de mediação e moderação: definições e diferenças

Nesse post, discutimos as caracteríticas e diferenças entre modelos de mediação e moderação.

Análise Fatorial Exploratória ou Análise Fatorial Confirmatória: Qual escolher?

Análise Fatorial Exploratória ou Análise Fatorial Confirmatória: Qual escolher?

Nesse post, discutimos quando utilizar uma análise fatorial exploratória e uma análise fatorial confirmatória.

Análise Fatorial e Análise de Componentes Principais: Diferenças e Quando usar

Análise Fatorial e Análise de Componentes Principais: Diferenças e Quando usar

Nesse post, discutimos as diferenças entre análise fatorial e análise de componentes principais, e quando usar cada uma dessas técnicas.

O que é Psicometria?

O que é Psicometria?

A Psicometria pode ser definida como a ciência da mensuração de características, atributos e habilidades psicológicas (Buchanan & Finch, 2005), sendo uma importante área de estudos na Psicologia e, também, na educação.

O que é regressão linear simples?

O que é regressão linear simples?

Entenda o que é regressão linear simples.

Cadastre-se para ser notificado com o link das aulas ao vivo:

Módulo 4: Redes neurais artificiais

• Introdução a Deep Learning

• Avaliando sistemas de Deep Learning

• Redes Neurais feitas (sem programação) no SPSS

• Aula bônus: O futuro da IA na Sociedade

• Aula bônus: Dois Estudos de Caso 

Módulo 3: Interpretar e reportar resultados

• Gerar, interpretar e reportar resultados em Machine Learning

Módulo 2: Criando o seu sistema

• Selecionando algoritmos e métodos 
• Práticas de Machine Learning (Sem programação): Decision Tree (JASP), Linear Discriminant Classification (JASP) e Plataforma ORANGE
• Aula Bônus: Avaliação Psicológica e Machine Learning
• Aula Bônus: Livros e Cursos recomendados  
• Aula Bônus: Entrevista com Cientista de Dados focado na área da Saúde

Módulo 1: O que é Machine Learning

• O que é Machine Learning?
• Como a máquina aprende?
• Machine Learning para Psicometria e Pesquisa Quantitativa (pesquisas comentadas)
• Tipos de Machine Learning (Supervisionado e Não-supervisionado)
• Práticas de Machine Learning (Sem programação): JASP e SPSS
Aula Bônus: Filosofia da Inteligência Artificial
• Aula Bônus: Entrevista com Cientista de Dados graduado em Psicologia
• Aula bônus: Estudo de Caso sobre Redução Dimensional 

Preencha abaixo para
participar gratuitamente

Fique tranquilo, não utilizaremos suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM. Os dados coletados são tratados nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados e você pode se descadastrar da nossa lista de contatos a qualquer momento.